domingo, 8 de maio de 2016

Feliz dia das Mães!


Fernanda Masiero e Lorena

Mulheres com Esclerose Múltipla podem ou não ser mães? 

Apenas algumas décadas atrás, mulheres com esclerose múltipla eram desencorajadas de ter filhos. Hoje sabemos que a esclerose múltipla não é impedimento para a gravidez e ela não influencia negativamente a patologia.

Na verdade, as mulheres com EM que engravidaram parecem ter tido menor evolução da doença do que aquelas que não engravidaram. A gravidez teria, portanto, um papel inclusive protetor para as mulheres com a doença. 

Um ser novinho ao seu lado a espera de um grande abraço, um beijo gostoso... a espera desta grande mulher que demonstra ter força, mesmo com problemas. Com surtos ou não elas têm esperança de cuidarem de seus filhos. 

2010 foi o meu primeiro ano com a doença e fui indicada por meu médico a passar por fisioterapia no Hospital Mário Covas, em Santo André. Sentia-me perdida, pois não conhecia ninguém, tudo era novo para mim, até a doença. Foi bem neste momento que uma moça muito simpática veio falar comigo, me dizendo da experiência que ela já tinha com a EM, e me contou da sua vontade de ter um filho.


Ela se mostrou tão forte e tão segura do seu objetivo, que me inspirou a escrever este post em homenagem a todos as mães e, a forma que encontrei de fazer isso,  foi entrevistando a Fernanda Masiero, a moça que tanto queria ser mãe,  para que ela possa nos dizer como está sedo a sua experiência em ser mãe.

Entrevista: 

Ivi Paula (ABCEM) - Quando soube que estava com Esclerose Múltipla?
Fernanda Masiero - Tive o diagnóstico há dez anos (março de 2006), após um surto que tirou meus movimentos do lado esquerdo, tive diplopia, perda de controle urinário, entre outros sintomas.

Ivi Paula (ABCEM) - No momento do diagnóstico, já sabia o que era Esclerose Múltipla?
Fernanda Masiero - Não, lembro que até briguei com a neuro e falei que não era louca (rs).

Ivi Paula (ABCEM) -  Como foi o apoio de seus familiares?
Fernanda Masiero - Tive muito apoio de todos que me cercavam, mas alguns exageraram e exageram na proteção, no sentido que tentaram me evitar estresse, escondendo muita coisa de mim.

Ivi Paula (ABCEM) -  Você sempre quis ser mãe?
Fernanda Masiero - Desde que me conheço por gente, sempre tive a certeza que seria mãe. 😀 

Ivi Paula (ABCEM) - Fernanda, há quantos anos você é mãe?
Fernanda Masiero - Minha princesa completou 4 aninhos em dezembro de 2015. 

Ivi Paula (ABCEM) - Como é seu relacionamento com a sua filha?
Fernanda Masiero - Ela é uma filha apaixonante, somos muito grudadas uma na outra. Às vezes peco por ser meio impaciente, mas o olhar dela me desmancha. Eu já expliquei a ela o que acontece comigo e pedi para ela me dizer para me acalmar e respirar fundo, assim ela faz e ficamos bem, temos muito diálogo. 

Ivi  Paula (ABCEM - Ela já chegou a te perguntar alguma vez por que hoje você "não quer" brincar  e por que está cansada?
Fernanda Masiero - Sempre, mas ela sempre percebe que estou dodói e fica me fazendo companhia, me ajuda muito no que ela pode e consegue. Às vezes até abre mão de comer por ver que estou realmente mal, tadinha.

Ivi Paula (ABCEM) - Quando eu te conheci lá no hospital você falava sempre em ter um filho. Hoje você está com a sua menina e  como você a vê nos dias de hoje?
Fernanda Masiero - Como um sonho realizado, só posso dizer que é muito melhor do que eu imaginava, dá trabalho, mas é maravilhoso.

Ivi Paula (ABCEM) - Muito obrigada Fernanda por esta entrevista, por favor, deixa um recado para as pacientes que tem Esclerose Múltipla e querem ser mãe.
Fernanda Masiero - Não desista do seu sonho, ser mãe é gratificante, é maravilhoso. E quando tiver seu filho, nunca esconda a situação, nunca menospreze a capacidade deles, crianças são supersensíveis e entendem perfeitamente o que acontece com a gente

Para finalizar, quero desejar, em meu nome e em nome da ABCEM, um Feliz dia das Mães!


Ivi Paula de Souza
Jornalista

4 comentários:

  1. Que lindo meninas , ou melhor mulheres guerreiras e apaixonantes trocando experiências...........amei
    Vocês enriquecem muito nossa ABCEM
    Gratidão

    ResponderExcluir
  2. Gratificante é a mensagem que vocês duas, ou melhor, três, passaram para as mulheres que tem esclerose múltipla e que tem todo o direito de serem mães e viverem a plenitude de seus sonhos. Parabéns

    ResponderExcluir
  3. Marcela Meireles11 de maio de 2016 23:33

    conheço a Fernanda.. me deu força p continuar a amamentação, apos meu desengano de q conseguiria a mesma, todos contra e ela me ajudou mto.. mto obrigada por isso fernanda

    ResponderExcluir