quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Fé para enfrentar a doença de cabeça erguida


Fonte: Google imagens

Começo dizendo que vale muuuito a pena ter fé, principalmente para enfrentar a descoberta de uma doença. Seja ela de um familiar, amigo, vizinho, conhecido, vale a pena acreditar que Deus sabe de tudo e vai cuidar de você. Vou confessar que ao descobrir a Esclerose Múltipla tive com a certeza que tudo ia dar certo, pois me agarrei ao nosso Pai, pois sei que Ele sempre vai cuidar de tudo.

Mas, para começar, você sabe o que é fé??

Heb 11:1 Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem

É até interessante, talvez poucos tenham esse privilégio de dominar a palavra FÉ, pois diante de tempestades que enfrentamos em nossas vidas (difícil existir uma pessoa que não tenha problemas), que nos deixam um pouco cabisbaixos, por exemplo o diagnóstido de uma enfermidade, pensamos que Deus nos abandonou e acabamos perdendo a fé. Cristo nos dá todos os dias alguns exemplos e o mais conhecido talvez seja Pedro andando sobre as águas. Então não podemos falar de Pedro, pois todos nós estamos sujeitos ao enfraquecimento, por isso, você deve ser a pessoa que enfrenta essas tribulações e faz com que isso aumente ainda mais.

Devemos acreditar que tudo é uma fase, que Deus não nos abandona e está preparando o melhor. As tempestades, sejam elas o desemprego, doenças, problemas financeiros, problemas no trabalho, chegam para mostrar que Deus é do tamanho dos nossos  problemas.


Foi assim que fiquei ao descobrir e pensei: “Já que tenho a sugestão de Esclerose, vamos cuidar, vamos tratar, pois o importante vai ser sempre a saúde”. 

Confiar no Senhor quando tudo parece estar perdido é uma das maiores provas de amor. Por isso, devemos pedir diariamente para que o Senhor aumente a nossa fé. 

Ainah Carvalho
Jornalista


Ainah Carvalho Jornalista, 23 anos, apaixonada por futebol, pelo Corinthians e shows de pagode. Tenho Esclerose Múltipla, mas posso ter uma vida normal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário