quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Kefir e seus benefícios


Fonte: Google imagens

Kefir é um probiótico produzido por meio da fermentação do leite em temperatura ambiente, geralmente durante à noite. Possui aparência semelhante a do Iogurte, mas o seu valor nutricional é bastante significativo. Há grupos de bactérias que não se encontram no Iogurte, mas que estão presentes no Kefir, como a Lactobacillus caucasus, Leuconostoc e espécies de Acetobacter e Streptococcus. O kefir possui leveduras benéficas, como as Saccharomyces kefir e Torula kefir, que dominam, controlam e eliminam as leveduras patogénicas presentes no organismo. 

Preparar o Kefir de leite é muito fácil. Os grãos são cultivados no leite, seja de vaca, cabra ou ovelha. As bactérias e leveduras presentes nos grãos metabolizam o açúcar do leite, ou seja, a lactose, reduzindo a caseína, albumina, além de sintetizar o ácido lático, a lactose e outras enzimas. Também modificam os sais de cálcio que se tornam mais fáceis de serem absorvidos pelo organismo humano. O leite de Kefir é composto por um conjunto de microorganismos benéficos, repleto em vitamina, aminoácidos e enzimas. A bebida pode ser feita em casa, adicionando os grãos de kefir ao leite e armazenar adequadamente. Para o kefir ser produzido artesanalmente, basta adicionar os grãos ao leite em temperatura próxima à ambiente, esperar entre 24 e 48 horas e depois coar os grãos. O leite, após essa fermentação, está pronto para ser consumido; os grãos de kefir devem ser coados e adicionados a outro leite, fazendo assim de forma contínua, por tempo indeterminado.

Todos esses microrganismos utilizados na produção de leites fermentados possuem efeitos desejáveis ao organismo e, portanto, são considerados microorganismos seguros (CRAS) (JAY,1996). Os benefícios do consumo de kefir são inúmeros, mas os principais são:
  • É capaz de repovoar o nosso intestino, pois ele consegue resistir ao suco gástrico e sais biliares durante a digestão, favorecendo o sistema imunológico e reduzindo, inclusive, a produção de substâncias cancerígenas.
  • Possui muitas vitaminas, minerais, aminoácidos e enzimas, particularmente cálcio, fósforo, magnésio, vitamina B2 eB12, vitamina K, A e D. OTriptofano, um dos aminoácidos abundantes no Kefir é conhecido pelo tratamento da depressão e estresse, agindo no sistema nervoso.
  • Aumenta a resistência a infecções.
  • Ativa o sistema imunológico.
  • Equilibra a flora intestinal: elimina dos intestinos as bactérias e leveduras prejudiciais, e aumenta a população bacteriana benéfica e protetora.
  • Regulador da flora intestinal, podendo ser usado tanto em casos de obstipação, quanto diarreia, reduz a flatulência e melhora de uma forma geral todo o sistema digestivo.
  • O efeito de “limpeza” que exerce em todo o corpo, ajuda a estabelecer o equilíbrio interno, permitindo um equilíbrio da saúde e aumento da longevidade.
  • Diminui o risco de cancro, principalmente de cólon.
  •  Diminui a fracção do LDL colesterol


Instruções para preparar o Kefir:

1) Coloque os grãos de Kefir em um pote de vidro ou plástico. Importante que os utensílios de cozinha usados não sejam de metal nem alumínio, pois prejudicam as propriedades do fungo.

Fonte: Google imagens
2) Acrescente o leite (temperatura ambiente), que ser integral, semidesnatado ou de soja, como preferir, mas recomendo que não seja desnatado. Em função da quantidade de grãos adicionados deverá se colocar mais ou menos leite, mas geralmente deve-se encher até a metade ou 3/4 do pote. Cubra com um papel toalha, Perflex ou um pano estilo voal (gaze ou fralda funcionam bem), prenda com um elástico e deixe fermentando entre 24 e 48 horas em temperatura ambiente e em local longe de luz. Não armazenar na geladeira, pois o processo de fermentação não se produz no frio.

Fonte: Google imagens
Fonte: Google imagens
3) Depois que ocorreu a fermentação por 24 horas, pegue o pote e coe o leite. Com a ajuda de uma espátula (de plástico ou similar), remova o fungo para poder peneirar (peneira de plástico) bem e extrair todo o líquido. O líquido extraído é o Kefir de leite, portanto deverá colocá-lo em outro pote de vidro. Armazene o líquido fermentado em um recipiente com tampa.

Fonte: Google imagens

Fonte: Google imagens

4) Pode-se usar sem açúcar, mas quem preferir pode adicionar.

O “KEFIR” deve ser ingerido pela manhã e à noite, diariamente. Pode substituir uma refeição, pois é muito nutritivo. Também rende uma excelente salada, juntando morangos ou outras frutas que preferir!

Tatiane Araujo Rufino
Nutricionista




Formada em Nutrição pela faculdade Fama de Mauá. Nutricionista voluntária da Associação Casa Do Senhor, Mauá - SP





Nenhum comentário:

Postar um comentário