quarta-feira, 1 de março de 2017

Você sabe o que é tecnologia assistiva?



Fonte: http://www.ibrapp.com/media/k2/items/cache/a27a3b73d355048c6bab885897085f62_XL.jpg

O termo pode ser novo para muitos, sendo utilizado oficialmente em 1988 nos EUA, porém elas existem e estão presentes em nosso cotidiano há muito mais tempo. No Brasil, também se pode utilizar o termo “ajudas técnicas”. 

Afinal, o que é uma Tecnologia Assistiva (T.A)?

Em 1988, o termo foi definido como “recursos e serviços que auxiliam pessoas com deficiências”, ou seja, as tecnologias assistivas permitem compensar uma ou mais limitações que o indivíduo possa apresentar. Entre elas podemos citar:
  • Próteses – dispositivos permanentes ou temporários que substituem total ou parcialmente um membro, como por exemplo as utilizadas em casos de amputações.
  • Órteses – dispositivos permanentes ou temporários que auxiliam na função de um membro, como por exemplo talas de posicionamento.
  • Elementos de mobilidade (cadeira de rodas, bengalas, andadores); instrumentos engrossados para cuidado, alimentação e higiene pessoal; adaptações ambientais, comunicação etc, para facilitação de autonomia e segurança na realização de atividades de vida diária (AVD’s).
  • Equipamentos especiais que podem ser eletrônicos e computadorizados para auxílio de comunicação e sinalização.

O objetivo da tecnologia assistiva é proporcionar maior funcionalidade ao indivíduo, gerando independência e autonomia, adequando-o à sua nova condição (seja ela definitiva ou transitória), implicando significativamente em sua qualidade de vida.

É necessária avaliação dos diversos aspectos com a participação de equipe multiprofissional, além do próprio sujeito e seus familiares, para proporcionar um melhor resultado ao usuário desse recurso, visto que a decisão para a sua utilização é exclusiva do sujeito.

Além da prescrição adequada da tecnologia assistiva, é de extrema importância a realização de treinamento quanto ao uso, bem como o fornecimento das devidas orientações quanto à utilização, cuidados e higienização.



Luci Takiuchi
Terapeuta ocupacional











Stephanie Bruna dos Santos
Terapeuta ocupacional







Referências

BRACCIALLI, L.M.P. Tecnologia assistiva: perspectiva de qualidade de vida para pessoas com deficiência. In: VILARTA, R; GUIERREZ, G L; DE CARVALHO, T H P F; GONÇALVES, A. (Org.). Qualidade de vida e novas tecnologias. Campinas: IPES, p. 105-114, 2007. 

BRASIL. Comitê de Ajudas Técnicas – Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Portaria nº 142, de 16 de novembro de 2006. 


Um comentário:

  1. Meninas parabéns pela matéria abordada, nem fazia idéia de todo esse processo o qual visa uma maior qualidade e funcionalidades para todos.👍

    ResponderExcluir