segunda-feira, 24 de abril de 2017

Volta por cima


Fonte: Google imagens

(...)
”Reconhece a queda
E não desanima
Levanta, sacode a poeira
E dá a volta por cima”

(Trecho da música Volta por cima 
interpretada por Beth Carvalho)

Quando sentei para escrever, tinha a intenção de falar sobre qualidade de vida, conceitos e muitos blá, blá, blás que os pacientes com  Esclerose Múltipla estão acostumados a ouvir, mas resolvi deixar o tema para congressos ou trabalhos científicos. 

Pronto agora a enfermeira pirou de vez!

O trecho da música que usei como epígrafe traduz o que realmente o que quero escrever. Lógico que essa música foi escrita em outro contexto, porém o final da estrofe acima exemplifica o que quero falar: “Reconhece a queda e não desanima”!

Não é fácil confrontar-se com as com as frustrações, com as desestruturações que a doença  impõe, mas podemos escolher minimizar os efeitos adversos ao lidar com a doença crônica.

É necessário fazer adaptações e o paciente pode estabelecer metas para alcançar uma finalidade, compartilhando as experiências, participando de grupos, realizando o autocuidado, solicitando ajuda quando necessário.

Podemos fazer nossas escolhas! 

"Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima”!

Abraços a todos!

Adriana Caldas Rocha
Enfermeira



Bacharel em Enfermagem pela Faculdade de Medicina do ABC- FMABC. Aprimoramento/especialização em Enfermagem em reabilitação física - HC FMUSP. Tem experiência em atendimento individual/grupo em programas de reabilitação ambulatorial e internação, incluindo visita domiciliária: doenças crônicas e  neurodegenerativas  na lesão medular, lesão encefálica, amputados, paralisia cerebral e nas incontinências urinárias. Atuação em ambulatório de bloqueio neuromuscular (Toxina botulínica). Educadora em saúde em curso de cuidadores de idosos e pessoas com deficiência física.



Um comentário:

  1. Concordo !!! Sempre falo para os "não esclerosados" que vou devagar, mas eu vou !!!

    ResponderExcluir